terça-feira, 12 de abril de 2011

Com a Ponta dos Dedos e os Olhos no Coração

Autora: Leila Rentroia Iannone
Ano: 1986
Editora do Brasil
Aluno: Victor Octávio Souza da Silva

                                                                            Resumo



Esta é uma história comovente, de fazer chorar.
Aconteceu em 1986, quando após 76 anos o cometa halley estava em visita novamente às proximidades do planeta Terra. A passagem do cometa halley desde 1758, a primeira vez em que foi esperado , é sempre envolta em mistério e expectativa.
Assim foi na passagem dele no inicio do século passado e em 1986.
Este livro conta a história do Fernando um menino muito tímido que usava óculos de lentes grossas, aqueles que parecem um fundo de garrafas, era muito rejeitado pelos colegas, não tendo nenhum amigo. Na hora de fazer trabalhos escolares criavam todos os empecilhos para ele ficar de fora, o que lhe causava muitos transtornos. Fernando morava com a mãe e sua bisavó, era um menino extremamente carinhoso e dedicado com sua mãe e sua bisa das quais recebia toda a atenção.
A professora Lucinda pede para a turma fazer um trabalho individual, sobre a passagem do cometa, orientando que o melhor e mais criativo seria publicado no jornal da escola. A bisa estava ficando velhinha e não enxergava mais e dizia que só enxergava com os olhos do coração. Dizia também sentir muita saudade do tempo que o cometa tinha passado pertinho da terra, ocasião em que todos tinham visto a calda do cometa. Foi nesta ocasião que ela tinha conhecido o vô bis.
A bisa guardava em uma caixinha muitas lembranças deste tempo, como rótulos dos produtos que saíram com o nome Halley. Mesmo não enxergando gostava de tocar com os dedos aquelas lembranças para vê-las com os olhos do coração.
Fernando passava o tempo pensando em como fazer aquele trabalho de forma criativa para mostrar á turma o quanto era competente, pois não aguentava mais ser tão discriminado pelos colegas de turma que o considerava um bebe chorão.
Fernando pensava muito em como mostrar o cometa para sua bisa, já que ela não enxergava mais. Tinha prometido transformar o resto dos dias que a bisa teria pela frente em dias só de alegria e felicidade. Sua bisa sugeriu que ele colasse as fotos com cuidado para não estraga-las e confeccionasse um belo cartaz, incluindo também os rótulos. Assim o fez. Quanto à miniatura do cometa, foi feito de cera, bem pequeno para caber dentro da caixinha de recordações da bisa. Foi maravilhoso! Em sua apresentação todos se encantaram com seu trabalho.
As fotos de época fizeram o maior sucesso, os rótulos com o nome halley foi aplaudidos de pé. Todos os colegas tinham feitos belos trabalhos, mas o trabalho de Fernando foi escolhido para representar a turma.
No final do horário, Luzia saiu de mãos dadas com Fernando pelo caminho de casa, seguindo rumo ao futuro. Esta colega era a mesma que o tinha rejeitado só para não contrariar o resto da turma. O cometa tinha mudado a vida de Fernando para sempre.

Um comentário: